Sol da manhã é o melhor para conseguir bronzeado

O que muita gente deseja no verão é exibir um corpo bronzeado. Entretanto, são muito conhecidos os malefícios que a exposição excessiva ao sol pode causar, como manchas, bolhas, envelhecimento precoce e até mesmo câncer. Por isso, o G1 conversou com especialistas, para dar orientações para quem quer obter uma pele dourada e saudável.
O dermatologista Osmilto Brandão assegura que é possível conquistar um tom bonito tomando sol durante no máximo 20 minutos, três vezes por semana, sem deixar de usar o protetor solar – neste caso, pode ser um fator de proteção menor, de até 15. “O ideal é conquistar essa cor aos poucos, de forma gradativa”, afirma.
Além disso, ele destaca que o período da manhã é o mais adequado para quem quer se bronzear, pois é quando o sol emite mais radiações ultravioletas do tipo A, que garantem um bronzeado mais bonito e duradouro.
De acordo com o médico, bronzear é sinônimo de agressão à pele, que produz a melanina como mecanismo de defesa. A melanina é que dá o pigmento da pele. “Quanto mais negro o tom da pele, mais proteção contra o sol ela tem, pois a melanina naturalmente repele os raios solares”, explica. Mesmo assim, quem tem pele morena e negra não pode abrir mão do uso do protetor solar. “Assim como esse tom bronzeia mais rápido, também mancha mais rápido. Inclusive é mais difícil de tratar do que na pele branca”, afirma.
Osmilto não recomenda o uso de produtos caseiros ou de fabricação desconhecida, vendidos por ambulantes nas praias, e também alguns produtos comumente usados na Bahia, com o objetivo de bronzear, como azeite de dendê, banha de cacau e óleo de urucum. “O azeite de dendê é rico em propriedades que ajudam a acelerar o bronzeado, mas não faz nenhum efeito quando passado diretamente na pele. O efeito vem de fora para dentro. Por isso o ideal é consumir alimentos ricos em betacaroteno”, ensina.
A nutricionista Ana Paula Canavarro explica que o betacaroteno tem o poder de fotoproteção, protegendo a pele dos raios ultravioletas e ao mesmo tempo melhorando o bronzeamento. Ele é responsável pela cor alaranjada de frutas e vegetais. Portanto, consumir alimentos como manga, cenoura, acerola, caju, aceleram a conquista de uma pele bonita e saudável.
Para se obter um efeito antioxidante potencializado, é possível combinar o betacaroteno com outros tipos de carotenoides, como o licopeno, encontrado principalmente no tomate, pimenta, morango e melancia; a luteína, presente nos folhosos verde-escuros e no pimentão amarelo, neutralizando os efeitos nocivos dos radicais livres.
De acordo com ela, é possível incluir esses alimentos em todas as refeições, desde o preparo de sucos até saladas. Ana Paula ensina a preparar um suco rico em betacaroteno que pode ser incluído na rotina alimentar dos baianos neste verão. Confira:
Ingredientes:
Duas folhas de couve
Um limão
300 mil de suco de laranja
Metade de uma cenoura
Modo de fazer:
Bata tudo no liquidificador por um minuto e não coe, para não perder os benefícios das fibras contidas nos pequenos bagaços que podem ficar no suco. O ideal é consumí-lo pela manhã e gelado, logo após o preparo. “Vai ser uma bomba de antioxidantes e de betacaroteno que só vai fazer bem, principalmente no verão”, garante Ana Paula.
(G1)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: