Bancada do PV cresce na Câmara de Salvador

O Partido Verde recebeu mais um vereador de reforço para a eleição de outubro. Com apenas Eliel Souza, o PV atraiu o ex-petista Henrique Carballal e o ex-republicano Sabá, e terá em suas fileiras o novo integrante da legenda: o vereador Paulo Magalhães Júnior, que estava no PSC.
Agora, o partido têm quatro edis na Câmara Municipal e tem a terceira maior bancada, atrás do PT e do DEM, ambos com seis legisladores. “Fui muito bem recebido no PV e a expectativa é a melhor possível. É uma bancada que sempre esteve muito próxima do prefeito ACM Neto”, afirmou Paulo Magalhães Jr. em conversa com a Tribuna, quando afirmou ter migrado de partido em busca de “novos ares”. 
Antes de fechar com o PV, o vereador conversou com o PDT e PPS, mas na sigla pedetista enfrentou resistência. No entanto, o político evita polemizar o assunto. “O PDT já faz parte do passado. O PV me recebeu muito bem e o PDT teve suas dificuldades internas, mas conversei com muitos partidos”, explicou. Apesar de relatar a boa receptividade na nova casa, durante as negociações, o presidente do PV na Bahia, Ivanilson Gomes, apertou o cinto ao falar da possibilidade da chegada do vereador aos quadros da agremiação. “É aquela história que eu disse ao presidente municipal: quem tem que decidir a situação do vereador é ele mesmo. O PV não pode acolher… o cara tenta com diversos partidos e depois acaba no PV. Se o interesse dele (Paulo Magalhães Jr.) for o PV, que converse com o PV, não dá para bater em muitas portas e entrar na que abrir”, disparou Ivanilson Gomes à época.
Segundo o vereador, a sua atuação política seguirá a mesma linha de antes “na defesa da administração de Salvador. “Temos muitas propostas de interesse da cidade e da população, como a questão do orçamento de 2016 e o Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano e a defesa de programas sociais em benefício da população mais carente, que vêm dando certo”, disse o mais novo verdista.
Durante os festejos do Senhor do Bonfim anteontem, o legislador já desfilou no bloco do Partido Verde ao lado do recém-chegado ao partido, Sérgio Carneiro, secretário de Relações Institucionais na prefeitura de Feira de Santana. O PV tem ampliado seus quadros de filiações e recebeu recentemente o secretário da Casa Civil de Salvador, Luiz Carreira, que é um dos nomes cotados para ocupar o posto de vice do prefeito ACM Neto em outubro. 
Sigla quer eleger até seis vereadores
Para Ivanilson Gomes, presidente do PV na Bahia, a chegada do vereador Paulo Magalhães Júnior, que está no quarto mandato, é “um reforço para o time”. “Ele já é um vereador experiente, já teve vários mandatos, procurou o partido e demonstrou seu interesse em se filiar.
Com certeza é um reforço, é da base do prefeito e reforçará o time”, avaliou o dirigente. Em entrevista à Tribuna, o verdista afirmou que a meta do partido é eleger “o máximo possível” de vereadores nesse ano de 2016. “Estamos trabalhando no horizonte de fazer de cinco a seis vereadores. Estamos batalhando firmemente nesse objetivo. O partido cresceu, tem militância sólida. Como esse ano o prazo para filiação é início de abril, teremos tempo de atrair algumas lideranças”, disse Ivanilson Gomes, apontando para a possibilidade de o PV marchar independente na briga por vagas no Legislativo municipal, dispensando, assim, chapa proporcional.
O presidente informou ainda que o PV possui atualmente cerca de 120 pré-candidatos à Câmara. “Acho que vamos ampliar isso ainda.
As nossas candidaturas são definidas através de um conjunto de ações que os pré-candidatos desenvolvem e os melhores vão sendo observados. Mas desse total, sairemos com os 65 candidatos, respeitando a proporcionalidade entre homens e mulheres determinada pela Justiça Eleitoral”, contou.(TB)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: