Prefeito sanciona novo plano de carreira dos servidores da educação

O prefeito ACM Neto sancionou nesta sexta-feira (19) o novo Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos da Educação (PCCV). A solenidade de assinatura do documento foi realizada no Sheraton da Bahia Hotel, com a presença da vice-prefeita Célia Sacramento, dos secretários municipais de Educação, Jorge Khoury, e da Gestão, Alexandre Paupério, do presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Câmara, e da diretora da APLB Sindicato, Elza Melo. Aguardado há quase duas décadas pela categoria, o plano vai beneficiar cerca de nove mil servidores entre professores, coordenadores pedagógicos e demais cargos.
Além de avanços na remuneração, o plano consolida as gratificações específicas e cria novas vantagens, incentivando o aprimoramento profissional dos servidores da área. Também garante um terço da jornada de trabalho destinado às atividades extraclasse para preparação de aulas, avaliação da produção do educando, reuniões escolares, contato com a comunidade e formação continuada.
Em um auditório lotado de professores, o prefeito afirmou que o novo plano é resultado de uma relação madura e objetiva com a categoria e representa um grande passo para o avanço da educação na cidade. “O que estamos fazendo aqui hoje é importante não só para os professores, que são beneficiados diretamente, como para Salvador. Com profissionais mais entusiasmados e com mais energia teremos formação de mais qualidade e uma cidade mais forte”, disse o prefeito. 
Para a diretora da APLB Sindicato, o PCCV é uma conquista muito importante para a categoria. “Hoje todos os professores do município estão de parabéns. Lutamos muito por esse avanço”. No plano, ficou instituída a reserva de jornada de trabalho para todos os professores, reajuste de 8,32% para docentes e coordenadores e a extensão do PCCV para todos os servidores. Além disso, foram criadas gratificações.
Abono – O prefeito lembrou que, no final do ano passado, os professores foram beneficiados com um abono no valor total de R$ 26 milhões. Colocou ainda que a implantação do plano e dos novos projetos previstos para 2015 vão exigir muito comprometimento da categoria, contribuindo para o avanço da educação no município.
 
Entre os novos desafios, ele destacou a ampliação das unidades de ensino em tempo integral. Hoje, das 425 escolas do município, 12 já funcionam neste modelo, mas a ideia é, nos próximos anos, aumentar ainda mais, permitindo que o aluno fique mais tempo na unidade, melhorando a formação. A proposta é  que todas unidades de ensino da rede municipal passem a atender em tempo integral, ao longo dos próximos anos. Enquanto isso não se consolida, a Prefeitura vai implantar os Centros de Educação Integral, onde os estudantes vão realizar atividades multidisciplinares no turno oposto ao que estão em sala. Cada unidade terá capacidade para 1.200 crianças e jovens.
Escolas e decreto – Outra meta importante é, até 2016, criar mais 30 mil vagas para crianças menores, com a construção de 100 novos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs).  A Prefeitura também vem investindo largamente na recuperação e readequação das instalações físicas de sua rede de ensino. Em 2013, 51 escolas foram reconstruídas. Atualmente, há seis CMEIs em construção, 87 escolas em reforma e 12 construções e reconstruções em andamento.
Durante o evento, que contou com a apresentação de música e teatro dos alunos da rede municipal, o prefeito assinou ainda o decreto de convocação da comissão organizadora da Conferência Municipal da Educação 2013 para adequação do Plano Municipal de Educação, criado em 25 de junho de 2014.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: